Ameaçado de extinção, cachorro-vinagre é resgatado perdido em chácara de MT

‘Juca’ foi encontrado por moradores de uma chácara que o alimentaram até o resgate da Polícia Ambiental.
Compartilhe informação
‘Juca’ foi encontrado em uma chácara em Paranatinga (MT) — Foto: Reprodução/TVCA

Por Maycon Costa, TV Centro América

Um cachorro-vinagre foi resgatado pela Polícia Ambiental em uma fazenda em Paranatinga, a 375 km de Cuiabá. O animal estava perdido e foi encontrado pelos moradores do local, que forneceram comida para ele. A espécie é ameaçada de extinção, segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

De acordo com o Comandante da Polícia Ambiental, Tenente Croronel Renato Carneiro Macedo, o animal foi resgato em uma chácara, quando ainda era filhote e foi apelidado de ‘Juca’. No local, os moradores o alimentaram e o acolheram até o resgate dos policiais.

“Um pessoal em uma região de chácara se deparou com ele ainda filhote, provavelmente perdido da mãe. Por ele ser da família dos cachorros domésticos e ter uma proximidade com o ser humano, essas pessoas começaram a fornecer alimento para ele e ele foi se habituando com esse contato”, disse.

A espécie está ameaçada de extinção, segundo ICMBio — Foto: Reprodução/TVCA
A espécie está ameaçada de extinção, segundo ICMBio — Foto: Reprodução/TVCA

O animal foi levado para a base da Polícia Ambiental em Rondonópolis, 218 km de Cuiabá, onde passou por cuidados.

A médica veterinária Araci Moreira Simões Nogueira Borges disse que o Juca está saudável e não apresentou nenhum sinal clínico de algum processo infeccioso.

De acordo com o ICMBio, a população dessa espécie no Cerrado tem uma probabilidade de ficar extinta em no máximo 100 anos. O risco se deve ao desmatamento, atropelamentos, a caça de suas presas e a infecção por doenças como raiva e sarna, transmitidas por animais domésticos.

Não há uma definição sobre o motivo do animal se chamar cachorro-vinagre. Um animal adulto pode viver em média dez anos e atingir cerca de 70 centímetros de comprimento.

'Juca' será transferido para um zoológico em Brasília — Foto: Reprodução/TVCA
‘Juca’ será transferido para um zoológico em Brasília — Foto: Reprodução/TVCA

Acredita-se que o Juca tenha entre um ano e meio a dois anos. Por ser acostumado a viver quase que de forma doméstica ele será transferido para um zoológico de Brasília, onde deve ganhar uma parceira com objetivo de preservação da espécie.

“Nós já recebemos a informação de que houve interesse de duas instituições. Uma dos Estados Unidos e uma da Itália para fazer a reprodução dessa espécie. Ele é macho e querem fazer o acasalamento para a reprodução desses animais”, disse o comandante da Polícia Ambiental.

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também