Bandidos invadem Upa e trocam tiros com segurança

Compartilhe Nossas Notícias

EM TEMPO

Manaus – Foi após uma troca de tiros na tarde desta segunda-feira (5), com dois criminosos dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) José Rodrigues na avenida Camapuã, na Zona Norte de Manaus, que o vigilante Cleudson D. S., de 39 anos, acabou baleado de raspão no rosto. A ação foi flagrada por câmeras de segurança da localidade.
Testemunhas contaram que os dois suspeitos chegaram na unidade de saúde tentando se passar por pacientes, mas acabaram tendo a entrada barrada por não apresentarem documentos.
As imagens gravadas mostram a dupla rendendo o vigilante na porta e a vítima acabou travou luta corporal com os suspeitos. Houve troca de tiros e o vigilante acabou sendo baleado no rosto. Pacientes assustados correram e se abaixaram durante o tiroteio.
No local, ficaram gotas de sangue e estilhaços de vidro quebrados na troca de tiros. A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência e a vítima foi socorrida por um colega de trabalho e encaminhada inicialmente ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na Zona Leste de Manaus.
Após dar entrada, o vigilante foi transferido ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio. A UPA José Rodrigues teve o atendimento temporariamente suspeito.
“Demos uma pausa temporária nos atendimentos. Teve funcionários que passaram mal e estamos esperando os ânimos se acalmarem. O vigilante já trabalha há bastante tempo aqui e foi a primeira vez que passou por esse tipo de situação”, contou um funcionário que não quis se identificar.
Em nota, a direção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) José Rodrigues esclareceu que por volta de 13h35, desta segunda-feira (05/04), dois homens não identificados invadiram a recepção da unidade de saúde, efetuaram disparos, atingindo o vigilante no rosto e depois fugiram. A polícia foi acionada e a direção prestará todos os esclarecimentos para auxiliar na resolução do caso.
“A direção da UPA informa que o vigilante recebeu o primeiro atendimento na própria unidade e foi transferido para o Hospital Pronto-Socorro João Lúcio”, disse a direção do hospital.
O caso será investigado pela Polícia Civil.
Veja vídeos

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias