Bases do Indea na fronteira viram bares, são invadidas e saqueadas

Compartilhe Nossas Notícias

FELIPE LEONEL

DA REDAÇÃO

Algumas barreiras sanitárias do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea/MT), que eram mantidas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), deixaram de funcionar e começaram a ser invadidas e saqueadas.

Algumas viraram até mesmo botecos, como as barreiras de Corixirinha e Corixa, na fronteira de Mato Grosso com a Bolívia. Fotos recebidas pelo mostram diversas mesas, cadeiras, vinhos e até um conhaque Presidente na unidade de Corixirinha.

Já o posto de fiscalização Marfil foi totalmente saqueado e teve parte da sua estrutura destruída.

Segundo informações, as barreiras foram devolvidas ao Mapa por estarem em área internacional de fronteira.

O Gefron e o Indea haviam assinado um termo de cooperação com a Polícia Federal e Mapa, porém houve a redução da diária de R$ 250 para R$ 100, o que fez com que servidores que foram voluntariamente para lá deixassem o local.

O valor foi retomado para o preço anterior, mas como as estruturas estão comprometidas, não há previsão para que eles voltem. Atualmente, o Indea realiza fiscalizações volantes. 

 

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias