Botelho defende que concurso da Segurança Pública seja anulado

O parlamentar deixou claro que a credibilidade da UFMT foi abalada após as diversas denúncias.
Compartilhe informação
Divulgação – Botelho deixou claro que a credibilidade da UFMT foi abalada com as denuncias

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT

O presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (União Brasil) defendeu, na segunda-feira (06), a anulação do concurso da Segurança Pública de Mato Grosso. O processo coordenado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) está suspenso por determinação da Justiça, por supostas irregularidades na realização da prova do Teste Aptidão Física (TAF). Continue lendo.

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também