Cidades - MT Destaque Agora Vídeos

Chefe da Funai de Colíder é mantido refém por indígenas Kaiapó que queriam sua exoneração; veja vídeos

Foto: Reprodução

MAIS DE 12 HORAS

O chefe da Funai em Colíder foi mantido em cárcere privado e espancado por indígenas da tribo Kaiapó na noite da última sexta-feira (19), em Colíder (536km de Cuiabá). Ele conseguiu fugir depois de espirrar spray de gengibre nos indígenas, que pediam sua exoneração.

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 20h os policiais foram acionados para atender o caso. No local, o chefe da Funai era mantido em cárcere privado por indígenas Kaiapó e alguns paranás, desde as 8h30 da manhã.

O chefe da Funai conseguiu fugir por volta das 19h40, após espirrar spray de gengibre nos indígenas. Ele, no entanto, foi recapturado e levou chutes, bordoadas e pauladas. Após as agressões, a vítima foi levada ao escritório da Funai e foi informado que só seria liberado após sua exoneração.

Os policiais, então, começaram uma negociação com os indígenas, e conseguiram que o chefe da Funai fosse liberado. Ele foi encaminhado ao Hospital Regional devido aos ferimentos.

A vítima sofreu vários hematomas pelo corpo e uma luxação no ombro direito. Foi redigido o boletim de ocorrência, e o caso será investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC) e a Funai.

Veja as imagens:

OLHAR DIRETO

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui