Com explosões de casos de covid, Assembleia Legislativa volta a fechar as portas

Compartilhe Nossas Notícias

SÍLVIA DEVAUX

DA REDAÇÃO

Os deputados estaduais aprovaram em plenário, na sessão desta terça-feira (23), lockdown na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) que começa a partir desta quarta-feira (24). Conforme o presidente Eduardo Botelho (DEM), a Casa deverá ficar fechada pelos próximos 10 dias.

O pedido para a medida mais rígida foi apresentado pelo presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da AL, deputado Dr. Eugênio (PSB), por conta do surto da pandemia entre servidores e parlamentares.

A Assembleia já perdeu servidores por conta das complicações da covid-19 e 14 dos 24 deputados estaduais já testaram positivo, inclusive, o caso do deputado Valmir Moretto (PRB) que está internado em tratamento em Cuiabá é investigado como reinfecção.

O deputado Valdir Barranco (PT) também está internado desde o dia 16 de fevereiro e no último domingo (21) teve o quadro agravado e foi transferido para um hospital de São Paulo.

Mesmo com as audiências e sessões remotas, os servidores trabalhando de casa (home office) e a suspensão temporária de alguns serviços, ainda há grande circulação de pessoas o que facilita o contágio do vírus. 

Comentários de bastidores dariam conta também que, além de Moretto, foram registradas mais de 30 reinfecções pelo coronavírus entre servidores.

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias