Cuiabá sai do risco muito alto para contágio e decreto pode ser flexibilizado

Compartilhe Nossas Notícias

Onze municípios que cumprem quarenta obrigatória em Mato Grosso saíram do pior cenário para transmissão da covid-19

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Cuiabá e Várzea Grande saíram da classificação de risco muito alto para o contágio pelo novo coronavírus. O boletim informativo atualizado nessa terça-feira (6) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) apresenta 39 municípios na pior situação para o contágio. 

Em relação há duas semanas, houve a saída de 11 municípios da lista. O risco muito alto para contágio é a base das ações judiciais que colocaram essas cidades em regime de quarentena obrigatória. 

A quarentena impõe o toque de recolher e a restrição de funcionamento do comércio considerado não essencial. Conforme a SES, 102 municípios estão, hoje, com risco alto de transmissão do vírus. 

Nesse estágio, de acordo com o decreto do governo, os municípios ficam obrigados a adotar medidas de higienização, proibir qualquer atividade que cause aglomeração, fica suspenso o atendimento presencial nos órgãos públicos e prepara-se para a adoção da quarentena obrigatória. 

A restrição às atividades econômicas fica suspensa, desde que cumpridas as medidas individuais de biossegurança. 

Mudança e implantação

Cuiabá iniciou nesta semana a implantação de algumas medidas revistas no decreto municipal que estabeleceu a quarentena obrigatória. As duas principais são o escalonamento de horário para o comércio e o aumento da frota de ônibus. 

Essas medidas foram acrescentadas em conciliação judicial entre a prefeitura e o Estado, tendo o decreto nº 874 como parâmetro. O prazo do decreto municipal vence na próxima sexta-feira (9), e com a saída da Capital do pior cenário de contágio pode haver flexibilização nas regras em vigor. 

A assessoria de imprensa da prefeitura disse ao LIVRE que o prefeito Emanuel Pinheiro ainda não deu prazo para definir se irá ou não renovar o decreto, mas adiantou que “estamos cumprindo uma ordem judicial que vence no dia 9”.

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, já flexibilizou as regras na segunda-feira (5). Ele permitiu o retorno das aulas híbridas nas escolas particulares e o funcionamento do comércio aos fins de semana, com limitação do horário.

O Livre


Compartilhe Nossas Notícias