Destaque Agora Polícia

Delegado faz chacota com crise e diz que basta ajoelhar para licenciar; veja vídeo

Ironia do delegado foi postada em suas redes sociais.

DOCUMENTO ATRASADO

O delegado Christian Cabral, da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), fez “chacota” com a atitude do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que quitou os débitos de um entregador que implorou para não ter a moto apreendida pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

LEIA MAIS: Emanuel devolve moto a entregador que implorou para não ser guinchado; veja vídeo

“Tenho um recado. Se não pode pagar o licenciamento, não tem porque se preocupar, basta no chão se ajoelhar, que o seu prefeito irá ajudar. Essa promoção tem validade, que é a próxima eleição”, disse o delegado, que em maio de 2021 recebeu salário bruto de R$ 36.894,65 – conforme Portal da Transparência. Bem mais do que o trabalhador que precisa vender o almoço pra comprar o jantar.

Veja o vídeo

Entenda

Rael da Silva Cisi, de 44 anos, que teve sua motocicleta da Honda Titan apreendida na tarde de sexta-feira (10). Ajoelhado, ele implorou para que os agentes de trânsito não levassem seu “ganha pão” – sensibilizado com a situação, Emanuel ‘liberou’ a moto do trabalhador pagando os débitos por conta.

REPORTERMT

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui