Destaque Agora

Delegado geral: Prisão de policiais corruptos valoriza instituição e bons profissionais

RAUL BRADOCK

DA REDAÇÃO

Delegado Geral da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, Mário Demerval, disse ao que a Operação Renegados, deflagrada na manhã desta terça-feira (4), é benéfica para a sociedade e instituição, porque afasta os servidores corruptos e valoriza os bons profissionais.

A ação policial foi comandada pela Corregedoria Geral da Polícia Civil e Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Objetivo foi cumprir 44 mandados – sendo 22 de prisão preventiva. Dentre os alvos estão policiais civis e militares, afastados e em atividade.

“A Polícia Civil apoiou toda ação da Corregedoria e vê com bons olhos. Os fatos precisam ser investigados, porém, qualquer ação nesse sentido é muito benéfica para melhorar a instituição e valorizar os bons profissionais”, explicou Demerval, ao .

O delegado salientou ainda que o processo precisa ser investigado por completo, para se ter conclusões concretas.

É uma investigação ainda, não podemos afirmar nada. Mas gente com problemas, temos em todos os setores da sociedade, inclusive na polícia. Por isso a Corregedoria toma providência como tomou hoje

“É uma investigação ainda, não podemos afirmar nada. Mas gente com problemas, temos em todos os setores da sociedade, inclusive na polícia. Por isso a Corregedoria toma providência como tomou hoje”, afirma.

Operação Renegados

Segundo o Gaeco, a organização criminosa era comandada por policial da ativa, que utilizava técnicas de investigação com o uso de equipamentos da Polícia Judiciária Civil, além da facilidade de ser chefe de operação de uma delegacia de Cuiabá, para facilitar e encobrir as ações criminosas do grupo. As ações envolvem a prática de crimes graves como concussão, corrupção, peculato, roubo e tráfico.

Leia mais

Gaeco prende quadrilha de policiais civis e militares que liberavam roubo e tráfico em MT

Lista de alvos do Gaeco tem estelionatário, policiais militares e civis

Repórter MT

Deixe um comentário