Emanuel decreta baguncinha e maionese temperada como patrimônios de Cuiabá

Decisão foi publicada na Gazeta Municipal que circulou na quarta-feira (30).
Compartilhe informação
Baguncinha, acompanhado da maionese temperada, é patrimônio cuiabano
Reprodução – Baguncinha, acompanhado da maionese temperada, é patrimônio cuiabano

É LEI

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), sancionou na terça-feira (28) a lei que estabelece o baguncinha e maionese temperada como patrimônios imateriais da Capital. A decisão foi publicada na Gazeta Municipal, que circulou na quarta-feira (30).

A lei que declara o lanche e o tempero como patrimônios é a Lei º 6.786, de 29 de março de 2022.

“Fica declarado Patrimônio Cultural Imaterial do Município de Cuiabá o Lanche ou Sanduíche chamado de “Baguncinha”, juntamente com a Maionese Temperada feitos em Bares, Lanchonetes e Trailers de Lanche e demais estruturas congêneres”, diz o decreto.

Apresentado pelo vereador Adevair Cabral (PTB), no final de 2021, o projeto teve grande repercussão nas redes sociais. Ele foi aprovado na Câmara de Vereadores no dia 3 de março. A proposta recebeu 16 votos favoráveis e uma abstenção, sendo esta da vereadora Michelly Alencar (União Brasil). Oito vereadores não votaram. 

Enquanto parte da população cobrava que a Câmara se atentasse a pautas mais urgentes, o vereador defendeu que a lei deverá garantir segurança aos empreendimentos do ramo, que sofreram com a redução do movimento na pandemia.

“O objetivo desta propositura é buscar a valorização das tradições que fazem parte da nossa culinária e gastronomia e buscar dar respaldo ao funcionamento dos Trailers de Lanche e similares”, justificou o vereador no projeto. 

JOÃO AGUIAR
REPORTERMT

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também