Empresária foi assassinada com três facadas no pescoço

Compartilhe Nossas Notícias

FELIPE LEONEL

DA REDAÇÃO

Rosemeire Soares Perin, 52 anos, dona da empresa Só Sorvetes, encontrada morta na tarde desta quinta-feira (18), sofreu três cortes no pescoço. A informação foi revelada pelo delegado Marcel Gomes, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Passagem da Conceição, em Várzea Grande, local onde o corpo foi desovado.

A Polícia já consegui identificar o possível local, onde essa senhora foi esgorjada. O esgorjamento se trata de um corte na parte anterior do pescoço. Ela sofreu três cortes profundos na região do pescoço, provavelmente quase foi decapitada”, afirmou o delegado.

Segundo Marcel, a Polícia Civil tem 4 equipes realizando diligências em Várzea Grande, inclusive o endereço onde Rosemeire foi assassinada. A Polícia Civil também já está ouvindo testemunhas e familiares.

O corpo de Rosemeire foi encontrado após policiais da Rotam localizarem o carro dela, próximo de um lava jato na Vila Artur. No local, os policiais realizaram abordagens e prenderam um homem que estava com a carteira de habilitação da vítima. Após isso, o suspeito disse aos policiais onde o corpo da vítima estava.

Uma das suspeitas é que ela tenha sofrido uma tentativa de golpe ao vender uma máquina de sorvete. “Nós temos algumas linhas de investigação, não podemos ainda estar abrindo essas linhas de investigações para não prejudicar as diligências que ainda estão em andamento”, disse o delegado.

Leia mais:

Empresária que desapareceu em Várzea Grande é encontrada morta

Empresária pode ter sido sequestrada e assassinada por causa de máquina de sorvete

Empresária sai para trabalhar e desaparece em Várzea Grande

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias