“Falta sensibilidade ao Governo em relação aumento de 21% no preço da energia”, diz Wilson

Para o parlamentar, com reservatórios cheios o processo deveria ser de redução da tarifa
Compartilhe informação
Secom ALMT

O deputado estadual Wilson Santos (PSD) declarou à imprensa essa semana que o reajuste tarifário de 20,36% na conta de energia dos mato-grossenses é injusto e demonstra falta de sensibilidade por parte do Governo Federal.

O aumento passa a vigorar um dia após o fim da bandeira de escassez hídrica, neste sábado (16). Na semana passada, o Governo Federal aprovou a tarifa verde, que reduzirá custos na fatura. Com isso, o impacto nas contas dos consumidores será um pouco amenizado.

“É um aumento injusto. Momento inoportuno. Os governantes precisam entender que o Estado precisa sair de certos setores, mas estar presente em outros. O controle da tarifa é exercido pelo Governo Federal… é o Governo Federal que autoriza esses aumentos. Então, na minha concepção, está faltando sensibilidade social quando faz esse tipo de autorização”, criticou Wilson.

Entre as justificativas para o reajuste, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) argumenta que leva em consideração a retirada dos componentes financeiros estabelecidos no último processo tarifário, os encargos setoriais e os custos de distribuição.

Para Wilson, o processo de reajuste deveria fazer o caminho contrário, diminuindo o preço da tarifa, pois, segundo ele, os reservatórios do Estado e do país estão cheios. “Eu quero fazer um contraponto. Os reservatórios nunca estiveram tão cheios no estado e no país. Isso, pelo contrário. Deveria reduzir”, avalia.

Da Redação

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também