Funcionários de necrotério roubam cartões de mortos e gastam R$ 113 mil

Compartilhe Nossas Notícias

EXTRA GLOBO

Dois funcionários de um necrotério em Nova York (EUA) confessaram um longo esquema de roubo e uso de cartões de crédito de mortos. Charles McFadgen, de 66, e Willie Garcon, de 50, foram presos na última terça-feira (30/3). Eles também levaram pertences dos falecidos.

Charles usou cartões em compras que totalizaram R$ 76 mil. O comparsa gastou R$ 37 mil do dinheiro alheio. O técnico já havia cometido o mesmo crime na vizinha Nova Jersey.

“Como alegado, os réus, como técnicos mortuários empregados da cidade de Nova York, tinham o dever solene de cuidar dos corpos dos falecidos e tratar seus pertences pessoais com o máximo respeito”, declarou o procurador em exercício do Distrito Leste de Nova York, Mark J. Lesko, de acordo com a Fox.

“Em vez disso, os réus descaradamente furtaram os pertences do falecido, roubaram suas propriedades e enriqueceram fazendo compras não autorizadas no valor de vários milhares de dólares. Essas prisões servem como um aviso aos funcionários corruptos da cidade de que serão processados ​​e responsabilizados por seus atos criminosos e violação da confiança pública”, acrescentou o procurador.

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias