‘Galera curtindo’ em cobertura de prédio durante toque de recolher

Compartilhe Nossas Notícias

MIDIAMAX

Leitor enviou foto de pessoas realizando uma festa em uma sacada de cobertura em um prédio na região central de Campo Grande, no estado vizinho Mato Grosso do Sul. Por lá, ocorre situações parecidas com a de Mato Grosso e em outras partes do país.

“Som alto, gritaria e cachaça! ”, diz o leitor. A Guarda Municipal informou que não pode agir no caso, já que cada condomínio possui regras internas próprias.

“Isso demonstra a falta de empatia, altruísmo e respeito, não só para com as autoridades públicas, como também com as pessoas hospitalizaras e os familiares de pessoas mortas. É exatamente por causa de atitudes de pessoas assim, que as autoridades públicas têm que tomar atitudes enérgicas, como lockdown, etc. A sociedade, o comércio, a economia, o aumento de número de casos, são prejudicados justamente por causa da irresponsabilidade de pessoas assim”, desabafa o leitor.

O toque de recolher, segundo o governo do Estado, é para frear o avanço da pandemia de covid-19, que entrou em vigor na sexta-feira (26). Com o decreto, só é permitido sair de casa entre 16h e 5h aos sábados e domingos em casos de urgência e emergência, ou de trabalho em atividade considerada essencial. O governo do Estado listou os serviços indispensáveis.

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias