Garcia rebate Emanuel: “Fria é ser flagrado com dinheiro no paletó”

Senador defendeu parceria de presidente e governador para as eleições e atacou prefeito: “Corrupto”
Compartilhe informação
Senado Federal/Divulgagção – O senador Fábio Garcia; no destaque, Emanuel Pinheiro flagrado enfiando dinheiro no paletó

FATOR BOLSONARO

O senador Fábio Garcia (União Brasil) defendeu o alinhamento entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o governador Mauro Mendes (UB) para as eleições deste ano.

Ele também respondeu os ataques do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), que, logo após Bolsonaro confirmar estar “fechado” com Mendes, provocou: “O Bolsonaro não sabe a fria em que ele está entrando”.

Garcia citou os diversos problemas judiciais enfrentados pelo prefeito, como o caso do “mensalinho” na Assembleia Legislativa, denunciado pelo ex-governador Silval Barbosa.

‘Fria’ é ter 7 secretários presos ou afastados pela Justiça por corrupção e ser flagrado enfiando dinheiro no paletó

“Na verdade, ‘fria’ é ter 7 secretários presos ou afastados pela Justiça por corrupção. Fria é ter em nosso Estado um político que, mesmo flagrado colocando dinheiro público no bolso do paletó, ainda segue no poder”, disse o senador.

“E mais: fria é ter um prefeito corrupto que abandonou Cuiabá, aparelhou e sucateou a Saúde, deixou a cidade toda esburacada e com dívidas milionárias. Isso sim é fria!”, acrescentou.

O senador ressaltou a coerência de Bolsonaro em firmar parceria com Mendes. Segundo ele, a atual gestão tirou o Estado do caos financeiro em que se encontrava.

“O governador faz uma gestão irretocável, avançando muito em todos os setores, sobretudo o social e na infraestrutura. Além disso, ele garante toda a segurança para que a economia de Mato Grosso continue crescendo, principalmente no agro, e tendo papel preponderante na balança comercial”, afirmou.

“Portanto, esse tipo de ataque do ‘prefeito do paletó’ é puro desespero”, completou.

Ao anunciar a parceria com Mendes, Bolsonaro declarou: “Mato Grosso é um Estado importantíssimo para o Brasil, e a harmonia entre eu e Mauro Mendes não interessa apenas a Mato Grosso, mas o mundo todo. Então, estamos fechados e vamos tocar o barco aí”.

DOUGLAS TRIELLI
MIDIA NEWS

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também