Cidades - MT

Governo mostra projeto do BRT e marca audiência pública em Cuiabá e VG

Os interessados em conhecer os planos para o modal que vai substituir o inacabado VLT podem acessar todo o material

(Foto: Reprodução / Governo de MT)

O Governo de Mato Grosso tornou públicas as primeiras imagens de como deve ficar e por onde deve passar o Ônibus de Trânsito Rápido (BRT) – modal de transporte coletivo pensado para substituir as obras inacabadas do VLT.

As peças gráficas e memoriais descritivos do anteprojeto do BRT – que será movido à eletricidade podem ser consultados no site da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

Os documentos serão apresentados oficialmente em audiências públicas a serem realizadas em Cuiabá e Várzea Grande na quinta-feira (16) e sexta-feira (17), respectivamente.

Quem tem interesse em conhecer os planos do governo para o modal, pode acessar todo o projeto e, inclusive, participar das audiências públicas enviando perguntas, críticas ou contribuições sobre o assunto para o e-mail [email protected]

No email, é indispensável que o interessado informe os seus dados, como nome e telefone de contato, acompanhados do item dos estudos a que se refere o questionamento ou contribuição. O e-mail deve ser enviado até 48 horas antes da data da audiência.

Os interessados que quiserem realizar manifestações presencialmente durante a audiência pública, que ocorrerá em formato híbrido, também poderão fazê-lo.

Onde serão as audiências?

Em Cuiabá, a audiência será realizada no dia 16 de setembro, no auditório da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), entre as 14h e as 17 horas. Já em Várzea Grande, a audiência acontece no dia seguinte, na Câmara Municipal, também entre as 14h e as 17 horas.

Em ambos os locais, a presença dos participantes será limitada conforme a capacidade, devido às medidas de distanciamento impostas pela pandemia.

Além disso, as audiências também serão transmitidas pelo YouTube do Governo de Mato Grosso.

(Com Assessoria)

O Livre

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui