Hospital troca corpos e família vela por engano idoso com covid

Compartilhe Nossas Notícias

O DIA

Um hospital público de Conceição de Macabu, no Norte Fluminense, trocou os corpos de dois pacientes mortos nesta sexta-feira (2). Ao velarem o aposentado Olavo Barbosa, de 76 anos, familiares descobriram que o corpo tinha algumas características diferentes.
“Sim, o corpo foi trocado! Por cerca de 30 minutos velamos um corpo que não era do nosso parente. Era parecido, mas notamos através de alguns traços que não se tratava do meu avô. Solicitei que vissem uma cicatrizao qual o corpo não tinha, o que reforçou ainda mais nossa dúvida. Imediatamente procurei o hospital e o corpo do meu avô ainda estava lá”, disse o neto do senhor Olavo, o jornalista Luan Santos, em publicação nas redes sociais.
O idoso Olavo Barbosa, morreu em decorrência de problemas cardiológicos e outro senhor, morador de um asilo, também havia falecido na cidade, em decorrência da Covid-19, ambos no Hospital Municipal Ana Moreira. Na hora de fazer a liberação dos dois corpos, a equipe da unidade de saúde acabou se confundindo e efetuando a troca. As roupas de Olavo foram colocadas no do outro idoso, que não teve a identidade revelada, o que fez com que a família demorasse a notar a troca.
Familiares de Olavo ainda tiveram que lidar com a insegurança e o medo da contaminação, pois o corpo que estava sendo velado era de um senhor que havia falecido infectado pela Covid-19 e não houve cuidados especiais como de praxe em casos de mortes pela doença. “O mais chocante de tudo é que o corpo que velamos no lugar dele estava contaminado por Covid-19. Ressalto que velamos um corpo sem estar lacrado, sem nenhum cuidado como acontecem nos casos de Covid. Um velório normal. O corpo errado, inclusive, estava com as roupas que mandamos para colocar no meu avô. O caixão dele também foi usado. Como podem trocar os corpos?”, salientou Luan.

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias