Jair Bolsonaro teria pedido a ex-ministro para processar o filho

Compartilhe Nossas Notícias

NSC TOTAL

O presidente Jair Bolsonaro pediu ao ex-ministro Gustavo Bebianno que processasse Carlos Bolsonaro, vereador e filho do presidente, e prometeu a ele o ministério da Justiça. As revelações foram feitas por Bebianno em vídeo divulgado pelo carioca André Marinho, filho do empresário Paulo Marinho, que foi articulador da campanha presidencial de Bolsonaro.

Segundo André, o material, divulgado no programa Flow Podcast, foi gravado seis dias antes da morte de Bebianno, em março do ano passado.

“Me lembro de outra conversa [com o então candidato à presidência eleito em 2018]. Nesse dia, estávamos eu, ele [Jair Bolsonaro] e os deputados Julian Lemos, da Paraíba, que foi uma das pessoas que mais ajudou o Jair a chegar lá [no Planalto] – ele coordenou a campanha em todo o Nordeste. Estávamos nós três aqui”, diz Bebianno na gravação.

“Num dia anterior, o Carlos [Bolsonaro] tinha irritado muito a todos nós por conta de ataques infundados, gratuitos, que ele tinha feito nas redes sociais em relação a uma série de pessoas, inclusive da equipe de comunicação, que trabalhavam muito aqui para que o projeto fosse bem sucedido”, narra o ex-ministro, que à época era um dos homens fortes da campanha presidencial.

Veja um trecho das revelações feitas por Bebianno:

E o Carlos disparou a metralhadora giratória por conta de ciumeira. Nesse dia, o Jair virou pra mim e falou assim: ‘Gustavo, processa ele! Processa ele!’ E eu disse: ‘Capitão, os seus filhos, não’. E ele disse: “Mas o moleque tem que aprender. Tá na hora de ele aprender’.”

Bebianno segue: “Talvez tivesse sido um acerto ter seguido a orientação dele, processado o Carlos. Talvez, se ele tivesse tomado um susto, amadurecesse um pouco, porque ele não tem a mínima ideia do mal que ele faz às pessoas”.

Leia mais aqui. 

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias