Justiça mantém prisão de motorista que atropelou e matou motociclista de propósito em VG

Compartilhe Nossas Notícias

SÍLVIA DEVAUX

DA REDAÇÃO

O juiz Murilo Moura Mesquita, da 1ª Vara Criminal de Várzea Grande, manteve a prisão do motorista Reginaldo dos Santos Alexandre, 36 anos, que matou atropelado o motociclista Pedro Félix, de 19 anos, na Avenida Filinto Müller no dia 29 de novembro de 2020, e depois tentou fugir.

“[…] após análise dos autos, não se vislumbra ocorrência de fatos novos que justifiquem a revogação da prisão preventiva do acusado ou que indiquem a suficiência e adequação da fixação de medidas cautelares diversas da prisão”, decidiu na última quarta-feira (10).

A primeira audiência de instrução e julgamento do caso, que vai ocorrer por meio de videoconferência em função da pandemia, também foi marcada pelo juiz para às 13h30 desta terça-feira (16).

O crime, registrado pelas câmeras de segurança de um motel nas proximidades, mostrou que Reginaldo tentava ultrapassar a motocicleta em que estavam Pedro e Júlio Cézar, quando o Siena do motorista atingiu a moto, causando a queda dos dois jovens. 

Pedro foi socorrido em estado grave e morreu no Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande. Júlio Cézar teve várias fraturas e escoriações, mas resistiu. 

O motorista foi contido por populares quando entrava num bairro. A Polícia Militar chegou e prendeu o condutor, que apresentava sinais de embriaguez e no carro dele foram encontrados cascos de cerveja. 

Leia mais:

Motorista nega ter atropelado para matar por briga de trânsito e alega ter bebido

 

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias