Justiça penhora imóveis de Carlos e Teté Bezerra por dívida de R$ 18,6 milhões

AconteceMT

Processo de cobrança judicial está aberto desde 2014, mas engenheiro responsável por ação diz que a dívida é mais antiga

AconteceMT
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Justiça de Mato Grosso penhorou R$ 18,6 milhões em bens do deputado federal Carlos Bezerra (MDB) e de sua esposa, Teté Bezerra, por suposta dívida com um engenheiro civil, em aberto desde 2010. 

Estão bloqueados imóveis em Cuiabá e Campo Verde (130 km da Capital). Na quinta-feira (2), o juiz da 3ª Vara Cível, Luiz Octávio Saboia Ribeiro, mandou convocar a defesa do engenheiro para avaliar as penhoras. 

AconteceMT

O processo de cobrança judicial foi aberto em 2014 pelo engenheiro civil Pedro Luiz de Araújo Filho, que alegava ter crédito de R$ 7 milhões com Carlos e Teté Bezerra. 

Na época, foram ofertados quatro imóveis em área urbana e 14 lotes em Chapada dos Guimarães para quitar a dívida. Mas os endereços foram rejeitados pelo credor por “ausência de liquidez”. 

A Justiça então mandou avaliar os imóveis, agora empenhados, em Cuiabá e Campo Verde. Esses imóveis cobririam o valor da dívida corrigido para R$ 18,6 milhões.   

AconteceMT

O Livre

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real Clique na imagem do WhatsApp

Veja Também