Política

“Mauro Mendes é o favorito para 2022”, diz chefe da Casa Civil

Secretário Mauro Carvalho diz que realizações e feitos administrativos favorecem reeleição do atual governador de MT

O secretário-chefe da Casa Civil do Governo de Mato Grosso, Mauro Carvalho, avalia que o governador Mauro Mendes (DEM) aparece atualmente como amplo favorito na disputa eleitoral de 2022.

No entanto, a decisão de ser candidato ou não à reeleição deverá ser anunciada publicamente somente no primeiro semestre do próximo ano.

“O governador Mauro Mendes apresenta todas as condições para ser candidato à reeleição. Acho difícil a gente ter um adversário diante de tantas coisas boas que esse governo tem feito. Pela própria história política do governador Mauro Mendes e o perfil dele como gestor público, realmente essa discussão só vai ser feita a partir de 2022. O governador só vai tratar de reeleição a partir de janeiro ou fevereiro”, declarou.

Do que considera conquistas administrativas ao longo de quase três anos de mandato, Carvalho avalia que o Estado recuperou sua capacidade de investimentos, o que permite o pleno avanço de obras de infraestrutura e em outros setores considerados como essenciais a administração pública que é a saúde.

Transformação da Santa Casa

Uma dessas provas concretas, em sua avaliação, é a transformação da Santa Casa de Misericórdia em Hospital Estadual e a ordem de serviços para a retomada das obras do Hospital Central, paralisadas há mais de 20 anos.

O chefe da Casa Civil ainda diz que a reposição inflacionária no salário dos servidores públicos estaduais, a RGA (Revisão Geral Anual), caminha para ser paga a partir de 2022, quando estará cessado o efeito da Lei Complementar 173/2021, aprovada pelo Congresso Nacional, que proíbe Estados e municípios de concederem qualquer reajuste salarial para manter o apoio financeiro do governo federal nas medidas de combate ao coronavírus.

“É um planejamento que está sendo feito para ser honrado”, diz.

Potenciais adversários

Questionado a respeito de potenciais adversários na disputa ao governo do Estado, Carvalho observa que até o momento nenhum agente político manifestou expressamente o projeto de disputar o governo do Estado. Porém, não acredito que possa prosperar uma eventual candidatura do atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB).

“O prefeito Emanuel Pinheiro assumiu um compromisso de quatro anos com a população e acredito que vai honrá-lo. Agora, se ele resolver ser candidato a governador é um direito dele e a decisão cabe exclusivamente a ele”, concluiu

O Livre

Deixe um comentário