Destaque Agora

Medicamentos vencidos no Centro de Distribuição retrocedem a 2016, diz secretária

Ozenira Félix diz que o problema de administração de estoque antecede o contrato assinado com a Norge Pharma, atual responsável

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

A data de produtos vencidos no Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá (CDMIC) retrocedem a até 2016. A secretária de Saúde, Ozenira Félix, disse nessa segunda-feira (3) que informações preliminares apontam para lotes de medicamentos com validade expirada quase anualmente. 

“Tem medicamento com data de vencimento de 2018, 2017, 2016. São compras que antecedem a entrada da empresa administradora [Norge Pharma]. É muito difícil encontrar o ocupado em meio a tanta gente”, afirmou.  

Norge Pharma assinou contrato com a Prefeitura de Cuiabá em março de 2020 com encargo de administrar a compra de medicamento para mais de 110 unidades de saúde na rede pública. 

A secretária Ozenira disse em oitiva na Câmara dos Vereadores, na semana passada, que um inventário do estoque do CDMIC foi pedido por ela logo que assumiu o cargo, no fim do ano passado. Mas afirmou que não tem proporção de prejuízo financeiro e produtos perdidos por expiração da validade. 

Segundo ela, o relatório, em fase de conclusão, vai apontar os prazos e vencimentos dos produtos. A denúncia feita por vereadores que fiscalizaram o Centro de Distribuição há quase duas semanas aponta para centenas de unidades. 

O Livre

Deixe um comentário