Motoristas de app fazem cortejo para colega morto em acidente

O cortejo foi realizado no sábado (9) e seguiu por avenidas de Várzea Grande
Compartilhe informação
Reprodução – Cortejo seguiu por Avenida de VG e terminou no cemitério Souza Lima

MORREU NA HORA

Um cortejo fúnebre foi realizado na manhã de sábado (9) em homenagem ao motorista de aplicativo Igor Rafael Alves dos Santos Silva, de 22 anos, que morreu em um acidente na última sexta (8), em Várzea Grande.

A carreata seguiu por avenidas da cidade e terminou no cemitério Souza Lima. A homenagem reuniu dezenas de colegas de profissão do motorista.

Em imagens registradas por quem participou da homenagem, é possível ver a fila que se formou ao logo da via. A Guarda Municipal auxiliou na organização da fila.

Outro vídeo registrado, pessoas fazem oração em nome da vítima.

Igor morreu enquanto fazia uma corria pelo aplicativo e, no acidente, uma passageira também morreu.

O motorista que causou o acidente foi encaminhado para a Delegacia de Trânsito e, se recusou a realizar o teste do bafômetro.

O acidente fatal

Duas pessoas morreram em um grave acidente de trânsito na manhã desta sexta-feira (8) na Avenida Filinto Muller, em Várzea Grande. Uma criança também se feriu na colisão.

As vítimas – Igor e Marcelene Lucia da Silva Pereira – estavam em um Toyota Etios quando o veículo foi atingido de frente por um Corolla que invadiu a pista.

Mãe e filha foram, passageiras do motorista de aplicativo, foram arremessadas para fora do carro. A mulher e Igor morreram no local e a criança foi encaminhada ao Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande.

Primeira versão

Inicialmente, acreditou-se que mãe e filha estavam na calçada quando foram atropeladas. Essa informação foi repassada pela Guarda Municipal, que estava no atendimento da ocorrência juntamente com a Polícia Militar e Civil.

A partir da veiculação da imagem das câmeras de segurança, levantou-se a dúvida se a versão apresentada inicialmente à equipe por testemunhas estava correta, uma vez que as imagens não mostravam pessoas na calçada no momento da colisão.

Segundo a Guarda Municipal, havia poucas pessoas no local e conforme mais curiosos foram chegando “a notícia foi se transformando”.

A equipe confirmou que a mãe havia deixado uma das filhas em uma escola do Bairro São Matheus e, que depois seguiu de uber com a outra filha.

Veja:

LIZ BRUNETTO
MIDIA NEWS

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também