MT anuncia concurso com salário de até R$ 8,5 mil; 100 serão chamados este ano

De acordo com o edital, o concurso será realizado para preencher três cargos, sendo um de nível médio e técnico e dois de nível superior. Os salários variam de R$ 5.312,17 a R$ 8.581,18.
Compartilhe informação
Reprodução

CONCURSOS

O governador Mauro Mendes (União Brasil) anunciou nesta segunda-feira (11) o concurso para o Indea (Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso). O edital foi  publicado em edição extra do Diário Oficial desta segunda-feira.

Em publicação no Instagram, o governador informou que o concurso prevê apenas cadastro reserva. Todavia, garantiu chamar, pelo menos, 100 profissionais ainda neste ano. “Agrônomos, veterinários, técnicos em agropecuária. Se você é dessas áreas pode olhar o edital ainda hoje. Lá vai ter todas as normas, todas as regras, inclusive salários, para que todos possam se inscrever e participar”, disse o governador ao lado da presidente do Instituto, Emanuele de Almeida.

O período de inscrições será de 14 de abril até 03 de maio, com taxa de inscrição de R$ 150 reais, para o cargo de fiscal de defesa agropecuária e florestal, e de R$ 120, para cargo de agente. Os interessados devem acessar o site www.ibfc.org.br.

De acordo com o edital, o concurso será realizado para preencher três cargos, sendo um de nível médio e técnico e dois de nível superior. Os salários variam de R$ 5.312,17 a R$ 8.581,18.

O período para isenção das inscrições é de 13 a 14 de abril por meio do site www.ibfc.org.br. Podem pleitear a isenção do pagamento: eleitores convocados e nomeados pela Justiça Eleitoral de Mato Grosso, que prestarem serviços no período eleitoral, e os jurados que prestarem serviço perante o Tribunal do Júri em uma das comarcas do Estado de Mato Grosso, doadores regulares de sangue, trabalhadores que percebam até um salário mínimo e meio ou se encontrem desempregado.

As provas serão realizadas no dia 29 de maio com questões de múltipla escolha e de redação.

O cargo de nível médio/técnico ofertado é de Agente Fiscal Estadual de Defesa Agropecuária e Florestal I. O requisito básico para concorrer é diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão do ensino médio de educação profissional de nível técnico em Agropecuária (segundo grau profissionalizante). Já para nível superior, são dois cargos: Fiscal Estadual de Defesa Agropecuária e Florestal – perfil Engenheiro Agrônomo e Fiscal Estadual de Defesa Agropecuária e Florestal – perfil Médico Veterinário.

Eles exigem, além do diploma de nível superior, o cadastro em seus respectivos conselhos de classe. O edital prevê que 10% das vagas serão preenchidas por pessoas deficientes e outros 20% para pretas ou pardas.

Confira o edital a partir da página 3

Folha Max

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também