Mulher descobre câncer avançado meses após procurar ajuda o que o médico disse

Uma mulher de 46 anos contou que foi a um posto de saúde em Cuiabá quando sentiu dor no seio direito.
Compartilhe informação
Mulher descobre câncer avançado

Uma mulher de 46 anos contou que foi a um posto de saúde em Cuiabá quando sentiu dor no seio direito, e os médicos disseram que era gorda e que ela precisava emagrecer. Edilayne Meire teve sua primeira consulta médica em 2019, quando sua filha sentiu fortes dores ao colocar a cabeça no peito.

Três meses depois, ela foi diagnosticada com câncer e ainda está em tratamento. Ela teve os dois seios removidos.

No posto de saúde, o médico disse para ela não se preocupar, dizendo que ela poderia estar gorda.

O médico pediu um ultrassom e uma mamografia e perguntou por que ela estava fazendo isso. A paciente explicou-lhe que estava com dor. Após o exame, segundo Edilayne, a profissional disse que na verdade era gordura e ela não precisava se preocupar porque o caroço iria sumir.

Edilayne levou os resultados para outro médico que também disse que era gordura e nada. No entanto, ela pediu para agendar a cirurgia mesmo em um hospital particular porque não queria ter aquele caroço, que o médico disse que não recomendaria porque deixaria uma grande cicatriz, e prescreveu a medicação.

“Fui para casa e com o tempo meus seios cresceram muito e começaram a doer e até perdi o movimento do braço direito”, disse.
Três meses depois, ela foi novamente ao centro de saúde, e os médicos a encaminharam para um hospital de câncer quando ela foi diagnosticada com câncer de mama avançado.

“Comecei a radioterapia e tive que parar novamente para retirar o útero, trompas e ovários. Quando saí do hospital, tive que voltar no dia seguinte para uma última radioterapia. Fiz a cirurgia e comecei a quimioterapia no sétimo trimestre, saí mama Outro nódulo apareceu. Aí eu parei a quimioterapia”, disse.

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também