Nova ação pede suspensão de concurso da PM e Bombeiros em MT

Candidatos reclamam de falhas e até maus tratos nos testes
Compartilhe informação
Foto: Leo Munhoz / NSC Total

PROVAS FÍSICAS

Defensoria Pública da União (DPU) ajuizou uma ação que pede a suspensão dos concursos da Polícia Militar e Bombeiros em Mato Grosso. Sob responsabilidade da Universidade Federal de Mato Grosso, o concurso, conforme a Defensoria, apresentou violação do princípio da publicidade dos atos administrativos.

No dia 19 de maio, a Justiça Federal acolheu pedido da DPU e suspendeu o certame para a Polícia Civil. Renan Sotto Mayor, defensor público federal, explica que os problemas elencados pelos candidatos da PM e Bombeiros são os mesmos da Civil, o não atendimento à solicitação da disponibilização das imagens do Teste de Aptidão Física (TAF).

“Não faz sentido juridicamente gravar o teste e depois não disponibilizar aos candidatos”. Sotto afirma que a solicitação foi feita extrajudicialmente e negada.

“Não restou outra alternativa se não entrar com nova ação, também com mesmo objetivo, fornecer as filmagens e reabrir prazos recursais, suspendendo concurso e também para que seja apresentado novo cronograma”.

ALINE ALMEIDA – A GAZETA

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também