Novas medidas restritivas para Cuiabá devem ser publicadas até segunda-feira (29)

Compartilhe Nossas Notícias

Emanuel Pinheiro e Kalil Baracat, ambos do MDB, querem decretar medidas restritivas que sejam comuns para Cuiabá e Várzea Grande

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), deve publicar as novas medidas restritivas contra covid-19 até a próxima segunda-feira (29). Mudando o tom dos últimos discursos, Pinheiro não descartou a possibilidade de um lockdown.

Nesta sexta-feira (26), ele e o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, também do MDB, se reuniram em uma “troca de experiências”. Segundo Pinheiro, a ideia é iniciar um diálogo para a adoção de medidas emergenciais a serem aplicadas nas duas cidades.

A tendência é que ações sejam mais rígidas que as baixadas nessa quinta-feira (25) pelo Governo de Mato Grosso. 

LEIA TAMBÉM

“Hoje foi uma conversa, uma troca de experiências dos decretos. O tanto quanto for possível vamos baixar o decreto junto. Caso contrário, cada um vai ter sua autonomia. Vou estudar, analisar e quero anunciar no mais tardar segunda-feira”, informou Pinheiro.

As divergências, porém, já apareceram. O impasse, até agora, é que os prefeitos não veem o mesmo grau de necessidade de algumas atividades, por exemplo, salões de beleza e academias de ginástica. 

Decreto estadual

O decreto do governo estadual concede prazo de 48 horas para os municípios elaborarem e anunciarem as medidas mais rígidas para o controle do contágio. O governador Mauro Mendes (DEM) manteve algumas regras do decreto anterior (toque de recolher e horário funcionamento do comércio) e transferiu outras medidas para os municípios. 

Os prefeitos terão que, por exemplo, estabelecer turnos de trabalho para os segmentos da economia, com o objetivo de reduzir a circulação de pessoas nos horários de pico, no começo da manhã, ao meio-dia e no fim da tarde.

O Livre


Compartilhe Nossas Notícias