Pavimentação da MT-240 encurtará a distância entre Diamantino e Nova Mutum

Compartilhe Nossas Notícias

Foto: ASCOM – Diamantino / Vice-prefeito de Diamantino Jozenil Bodão, Prefeito de Diamantino Dr. Manoel, Vice-governador Otaviano Pivetta, Prefeito de Nova Mutum Leandro felix e o Presidente da AMM Neurilan Fraga.

Na manhã do dia 26.01 o Vice-Governador do estado de Mato Grosso Otaviano Pivetta (PDT) juntamente com os Prefeitos do município de Nova Mutum, Leandro Felix (PSL) e do Município de Diamantino Manoel Loureiro Neto (MDB), o vice-prefeito também de Diamantino Jozenil Lube ‘Bodão’ (PSD) e o presidente da Associação Mato-Grossense de Municípios (AMM), Neurilan Fraga se reuniram no Palácio do Governador para discutir sobra a pavimentação asfáltica e sinalização viária da MT-240.

Com o objetivo de encurtar as distâncias e diminuir custos e riscos nas viagens entre os municípios de Diamantino e Nova Mutum o projeto que será elaborado e cedido sem custos à Diamantino pela Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM) tem o valor estimado de aproximadamente R$ 450 mil e deverá apresentar no seu escopo o plano para a pavimentação asfáltica, construção de acostamento, além da sinalização viária, vertical e horizontal da via no trecho que compreende o quilômetro zero da Rodovia Senador Roberto Campos (MT-240) com a Rodovia Francisco Ferreira Mendes (BR-364) no Novo Diamantino, até a ligação com a Rodovia MT-248 já no município de Nova Mutum.

De acordo com o vice-governador Otaviano Pivetta, o assunto foi previamente tratado com o Governador do estado Mauro Mendes e com Secretário estadual de infraestrutura e logística, Marcelo Oliveira que sinalizaram positivamente pela liberação da construção.

Após a conclusão da obra da MT-240 será melhorado e encurtado o acesso em da região em aproximadamente 40%.

“Já falei com o Mauro e com o Marcelo, da parte deles está tudo certo, o processo ficaria moroso caso o governo tivesse que licitar o projeto, mas como o Neurilan se comprometeu a disponibilizar com o setor de engenharia da AMM fica mais fácil”, afirma Otaviano Pivetta.

“Hoje o motorista para ir à Nova Mutum precisa se deslocar por cerca de 30 quilômetros até o Posto Gil e circular por uma via pedagiada, ou então dar a volta pela MT-010 até a rotatória da Libra percorrendo em torno de 120 quilômetros, com a conclusão da obra esse caminho será reduzido em 40%”, afirma Manoel Loureiro Neto. “Esse é um projeto macro para a região que visa integrar e melhorar a estrutura dos nossos municípios e esperamos um impacto positivo com a redução dos custos com frete da produção de insumos de todo o médio-norte do Estado”, conclui o Prefeito de Diamantino.

A interligação das rodovias levará melhores condições ao produtor e também ao transportador de cargas da região médio-norte, com redução no frete e nos custos dos produtos finais, ajudando assim no desenvolvimento de toda região.

ASCOM – Diamantino


Compartilhe Nossas Notícias