PF caça máfia que usa falsos atestados e frauda sistema previdenciário

Compartilhe Nossas Notícias

DA REDAÇÃO

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (09/02), a “Operação Impostore” que investiga fraudes contra o sistema previdenciário.

A ação conta com a participação de 25 policiais federais que cumprem um mandado de prisão e três de busca e apreensão.

Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Várzea Grande e Cuiabá/MT, e foram expedidos pela Justiça Federal de Rondonóplis/MT e de Campo Grande/MS.

A investigação conduzida pela Polícia Federal em Rondonópolis/MT e Campo Grande/MS, levou a identificação de um esquema de fraudes, onde os criminosos falsificavam documentos e realizavam perícias em nome de terceiros.

Nas investigações foram apreendidos atestados médicos falsos, radiografias e materiais utilizados para simular engessamento dos braços, além de CNHs falsificadas.

Os envolvidos responderão por diversos crimes, como estelionato previdenciário, uso de documento falso, falsidade ideológica e associação criminosa.

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias