PM de MT tem 7 policias internados para tratamento contra covid; 2 em UTIs

Compartilhe Nossas Notícias

MARIO ANDREAZZA

REDAÇÃO

Na linha de frente, com profissionais nas ruas diariamente, se colocando em risco para garantir a segurança da população, a Polícia Militar de Mato Grosso sofre com as ‘baixas’ de policiais infectados pelo novo coranavírus.

Após confirmar a morte de um sargento da reserva remunerada e um tenente-coronel da ativa em decorrência da covid, a instituição tem mais dois policiais com quadros clínicos considerados graves, internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) de hospitais da Capital.

O Major Thiago Martins de Souza, subcomandante do 24º Batalhão de PM de Cuiabá, está internado no Hospital São Benedito. Já o soldado Evandro Leonardo da Silva, lotado no 1° Batalhão de Cuiabá, está na Santa Casa de Misericórdia.

Outros 5 militares estão internados estão com estados de saúde menos graves, tratando os sintomas da doença e se recuperando sob observação médica.

BAIXAS

O sargento da reserva renumerada, Amizael Ferreira dos Santos, morreu na madrugada desta quinta-feira (1º), também vítima da covid. Ele estava internado há 15 dias em um hospital de Nova Xavantina (645 km de Cuiabá).

Ele sofreu teve uma parada cardíaca em decorrência da covid e não resistiu.

O tenente-coronel da Polícia Militar, Marcos Antônio da Silva, 44 anos, morreu vítima da covid na manhã desta quinta-feira (1), em Cuiabá. Marcos estava intubado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Amecor.

Com a morte do tenente-coronel, a Polícia Militar já perdeu nove policiais da ativa para o novo coronavírus.

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias