PM interrompe pedido de casamento por descumprir limite de horário

Compartilhe Nossas Notícias

METRÓPOLES

A Polícia Militar interrompeu um pedido de casamento na Praia de Iracema, em Fortaleza, nesse sábado (20/2). Os noivos Claudymilla Melo e Mateus Chaves, além de outras pessoas, ainda estavam na orla às 17h, limite máximo estabelecido para permanência em locais públicos no último decreto do governo do Ceará por conta da Covid-19.
“A gente pensava, ainda, que o decreto era até 22h, porque como é novo, a gente ainda nem tinha botado na cabeça que era até 17h. Aí ele se ajoelhou, colocou a aliança, a gente se abraçou, e logo em seguida, porque já era 17h, depois que a gente trocou as alianças, veio a polícia”, disse a noiva ao portal G1.
O noivo é militar e acreditou que os policiais que se aproximavam eram seus amigos: “Primeiro foi uns quatro ou cinco policiais e a cavalaria, e como meu namorado é militar, eu pensei ‘pronto, são os amigos dele. Deve ser algo do tipo’. Só que não, era simplesmente eles avisando que o decreto do sábado era até 17h. E que a gente não podia estender o momento”.

Claudymilla afirmou que os policiais agiram de forma tranquila no momento de abordagem e garantiu que eles foram “superpacientes”. “Esperaram a gente recolher todas as coisas, se despedir dos músicos. E tivemos de vir para casa terminar a comemoração com cerveja e pizza”, completou.
O pedido de casamento foi uma surpresa feita por Mateus para a amada. Além dos noivos, outras 10 pessoas, entre familiares e músicos, também estavam na praia.

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias