Entretenimento

Pneumologista alerta para importância da vacina contra gripe

Gripe: o Ministério da Saúde já listou mitos e verdades sobre a doença | Reprodução/Getty Images

Em tempos de pandemia, como estamos vivendo hoje, campanhas de prevenção contra a gripe não só diminuem a incidência de casos de influenza (H1N1), como também facilitam o diagnóstico de um possível quadro de Covid-19.

O alerta é da médica pneumologista Karime Schelini ao enfatizar que a vacinação também ajuda na diferenciação entre a gripe e a Covid-19. “Fora a Covid-19, a sazonalidade do vírus da gripe começa a circular entre nós a partir de agora, período de inverno e, nesse momento de pandemia, é muito importante sabermos qual o acometimento viral que atinge o paciente. Se estiver vacinado contra a influenza, isso facilita o diagnóstico”, explica.

Segundo ela, a vacina evita formas graves da infecção viral que pode causar febre, tosse e falta de ar, necessitando de internação. “O paciente vacinado contra H1N1 afasta o fenômeno inflamatório pulmonar, ou seja, traz mais segurança de pensar que não é uma gripe evoluindo para o comprometimento pulmonar grave, que pode acontecer. Assim como a Covid-19 e outras influenzas que acometem pneumonias graves”, frisa a especialista.

Karime recomenda a vacinação para o público-alvo e orienta um intervalo de 14 dias entre as vacinas, caso o paciente tenha sido vacinado contra a Covid-19. “Todas as pessoas que têm a possibilidade de vacinar contra a gripe devem tomar, essa é a recomendação, e lembrar do intervalo de 14 dias entre as doses, caso o paciente tenha sido imunizado contra o coronavírus”, conclui.

 

Deixe um comentário