Polícia Civil alerta para mensagem sobre vacinação particular em rede de farmácias

Compartilhe Nossas Notícias

DA REDAÇÃO

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), alerta a população para uma mensagem que está circulando em grupos de aplicativo WhatsApp, que utiliza o nome de uma rede de drogarias para anunciar o falso início da vacinação particular contra a Covid-19.

O texto da mensagem informa a disponibilidade de 20 vagas por dia para pessoas que tenham interesse em se vacinar e estabelece os valores das vacinas, sendo: Coronavac por R$ 225, Pfizer por R$ 295 ou Janssen por R$ 379.

O delegado da Decon, Rogério Ferreira, alerta que o Congresso Nacional aprovou recentemente projeto de lei que permite que empresas privadas adquiram vacinas, porém as doses devem ser doadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), para distribuição enquanto durar a vacinação nos grupos prioritários.

Até o momento, clínicas de vacinação e empresas privadas não adquiriram vacinas. Há negociações com a vacina indiana Covaxin, porém esta vacina ainda não foi aprovada pela Anvisa e não há previsão de entregas do produto no Brasil neste primeiro semestre do ano.

A Polícia Civil alerta a população que, no momento, não há vacinas sendo comercializadas ou aplicadas em farmácias, clínicas ou em empresas particulares, e para que não comprem ou negociem vacinas por telefone ou por mensagens de WhatsApp, já que se tratar de uma Fake News ou tentativa de estelionato.

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias