Destaque Agora Polícia

Polícia Civil cumpre 14 mandados de prisão e 4 de busca e apreensão em 3ª fase de operação, em Itaituba

(Foto: Reprodução)

O prejuízo foi estimado em cerca de 1,5 milhões de reais. Os envolvidos são funcionários de empresas de grãos, fazendeiros, motoristas de caminhão, e outros, de Itaituba e do Estado do Mato Grosso.

Na noite de segunda-feira (22) e na manhã desta terça-feira (23), a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão mediante a 3ª (Terceira) fase da Operação “Carga Pesada”, contra envolvidos no esquema criminiso de desvios/ furtos de cargas de fertilizantes agrícolas, de diversas empresas transportadoras e proprietárias das cargas, atuantes em cidades situadas nas regiões Oeste do Estado do Pará e Norte do Estado de Mato Grosso, ao longo da BR 163 – Santarém Cuiabá.

Conforme informado, foram expedidos 14 mandados de prisão e 4 de busca e apreensão para diversos indivíduos. As cargas, após roubadas, eram levadas para fazendas situadas em Castelo dos Sonhos e região. As investigações revelaram que o grupo responsável pelo esquema tinha como integrantes sujeitos de Itaituba e do Estado do Mato Grosso.

Os envolvidos eram funcionários da empresa lesada, responsáveis por facilitar o cadastro e carregamento dos caminhoneiros; motoristas de caminhões, que transportavam as cargas para destinos diferentes dos indicados pela empresa; recrutadores de motoristas, os quais faziam o primeiro contato com os caminhoneiros e ofereciam vantagens oriundas do esquema; por intermediadores que ofereciam as cargas a fazendeiros interessados; e fazendeiros que faziam a aquisição das cargas desviadas.

(Foto: Reprodução)

Entre os envolvidos estavam Adilson Scatambuli, que seria representante de uma empresa de grãos em Miritituba; Ralf Mass, proprietário de fazenda, localizada em Castelo dos Sonhos, apontado como um dos principais compradores das cargas; Ralf Mass Junior, filho de Ralf Mass, o qual também seria comprador das cargas; além de Italo Henrique Carneiro, Marcelo Lopes Lima, Sebastião Luiz Vicente, Jair do Nascimento, Laerte Dias Sanches, Anderson Marcos Gonçalves, Luciano Facco, Wilson Rodrigues, Jo]ao Pompilio Leite, Wagner Soares Silva e Jefferson Acácio da Silva.

De acordo com informações, o prejuízo foi estimado em cerca de 1,5 milhões de reais. Os envolvidos foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Itaituba. 

Sobre a operação 

A operação “Carga Pesada” é coordenada pela Delegado de Polícia Marcelo Diniz Santos Filho, lotado na 19 Seccional Urbana de Itaituba, supervisionada pelo Delegado Vicente Ferreira Gomes, Superintendente Regional do Tapajós e executada por Policiais Civis da 15 ª RISP – Tapajós e do Estado de Mato Grosso. As investigações ainda estão em andamento.

Fonte: Portal Giro

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui