Renan Lodi ‘perdeu chance’ na seleção por não ter se vacinado

AconteceMT

Renan Lodi não foi convocado para rodada das Eliminatórias por não ter se vacinado – Foto: Lucas Figueiredo/CBF 

Entre as ausências na lista de convocação do técnico Tite, uma chamou mais atenção que as demais: Renan Lodi. O lateral-esquerdo do Atlético de Madrid foi titular durante boa parte do ciclo para a Copa do Mundo do Catar, mas, segundo o treinador, o atleta “perdeu a oportunidade de concorrer” por não ter se vacinado contra a Covid-19.

AconteceMT

“O que posso antecipar é que o Renan Lodi não pôde ser convocado pela não vacinação. Ele perdeu a oportunidade de concorrer”, afirmou Tite. “Eu, particularmente, entendo que a vacinação é uma responsabilidade social. Eu trago comigo. Eu e minha família. Eu e meus netos. Queria ter meus pais, não tenho. Mas queria poder protegê-los”, justificou.

Tite ainda complementou sua resposta argumentando que a decisão se deu também considerando o contexto de outros países, que exigem o “passaporte” de vacinação. “Segundo aspecto é respeitando a parte das autoridades sanitárias de cada país. Renan Lodi não poderia entrar no Equador. Ele teve a primeira dose da vacina no dia 10. Não estaria apto para estar com a delegação”, disse o técnico.

AconteceMT

Apesar da fala de Tite, César Sampaio, auxiliar fixo da seleção brasileira, argumentou que a comissão técnica não obrigou nenhum atleta a se vacinar.

Tite ainda lembrou que o mesmo não foi considerado pela Argentina, e lembrou o episódio na Neo Química Arena, em que a Anvisa interveio e interrompeu a partida por conta da entrada de jogadores não vacinados e que teriam mentido em documentos no desembarque no Brasil.

 

AconteceMT

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real Clique na imagem do WhatsApp

Veja Também