ROSÁRIO OESTE: Funcionários do Hospital Amparo não aparecem em reunião com o Prefeito

Compartilhe Nossas Notícias

Uma reunião marcada pelo Conselho Municipal de Saúde com o Prefeito de Rosário Oeste Alex Berto, juntamente com os representantes da saúde municipal e sociedade organizada com os funcionários do Hospital Amparo para apresentar os detalhes de como está o processo de municipalização da unidade de Saúde e o que está sendo feito para beneficiar os funcionários da entidade, aconteceu no Cinema Municipal de Rosário Oeste na tarde da última quarta feira (03/02/2021)

A reunião contou com a presença do Prefeito Alex Berto, do Secretário Municipal de Saúde Anderson Rodrigo, do Ex- Prefeito Joemil Araújo, da Presidente do Conselho Municipal de Saúde Ivana Maria, a Vice-Presidente do Conselho Municipal de Saúde Rúbia Melo, o  Ex-Presidente da Associação Amparo Sr. Paulo Nunes, o Padre Raul que representou a Paróquia Nossa Senhora do Rosário, o Presidente do Sintsproeste Joacy Inácio, Presidente da Fundação de Cultura e Turismo – Funcultur – Márcio José de Oliveira, Presidente do Sindicato Rural Cristiane Anzil, Empresário Nestrázio Ramos, alguns associados do Hospital Amparo e servidores da prefeitura.

A proposta da prefeitura é fazer o acerto com os funcionários do hospital e obter o prédio para o município. Com isso o município vai poder fazer os partos e cirurgias eletivas na unidade de saúde que passará a ser totalmente custeada pela prefeitura de Rosário Oeste.

Apesar da ausência dos funcionários do Hospital Amparo na reunião, o Prefeito Alex explicou para todos que a prefeitura de Rosário Oeste não quer tomar o hospital a força como vontade política do prefeito. Segundo ele a municipalização da unidade de saúde é a única forma que foi encontrada para que o Hospital Amparo não feche as portas e deixe de funcionar definitivamente.

Atualmente a unidade de saúde está impedida de receber recursos da prefeitura e como tal não terá condições de se manter em funcionamento pelos próximos meses.

Esse pesadelo além de refletir no atendimento da população que depende do hospital para atendimento de saúde reflete também nos funcionário que são do Hospital e que estão com seus salários atrasados. Segundo informações, esses funcionários não receberam nem o mês de dezembro ainda e o mês de janeiro é incerto devido essa falta de recursos.

Apresar da situação calamitosa passada pelos funcionários do hospital, fomos informados extraoficialmente que esses funcionários foram impedidos pela diretoria de participar desta reunião no cinema onde seria explicado para eles o que poderiam ganhar, ou perder, com o processo de municipalização. Essa informação extraoficial não foi confirmada, mas demostra o que se passa entre as 4 paredes da unidade de saúde.

O Prefeito de Rosário Oeste disse que não entende a resistência da atual gestão do hospital em aceitar o processo de municipalização, já que todos os presentes na reunião concordaram que essa é a melhor alternativa para que o hospital não feche as portas e também para que os funcionários da entidade possam receber os seus salários.

Alex finalizou dizendo que essa é a 5ª reunião onde ele e a equipe de saúde do município buscam formas para resolver o problema e garantir o atendimento de saúde para a população.

Por Página1


Compartilhe Nossas Notícias