Russi cita letalidade de 20% e pede prioridade para quem fez transplante de órgãos

Compartilhe Nossas Notícias

DA REDAÇÃO

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), pediu para o Governo do Estado incluir pacientes que tiveram órgãos transplantados no Plano Estadual de Imunização contra a covid-19. Max argumentou que a taxa de letalidade da doença em pacientes transplantados é de 20% e de outros pacientes é de 2,4%.

Nosso pedido também se baseia, em estudos científicos que mostram maior letalidade da doença. Por isso, defendemos que esse grupo de pessoas sejam incluídas na primeira fase da vacinação”, argumentou Russi.

No estado, conforme dados da Central de Transplantes, da Secretaria de Estado de Saúde (SES), existem 2.352 pessoas transplantadas. Sendo 2.024 procedimentos de córnea, 283 renais, 38 hepáticos, 06 de medula óssea e 01 de pulmão.

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias