Servidora da Assembleia é vítima de câncer; investigadora morre de covid-19

Compartilhe Nossas Notícias

JOAO AGUIAR

DA REDAÇÃO

A investigadora da Polícia Civil, Núbia Reis, morreu neste sábado (20), vítimas da covid-19. Ela estava internada há alguns dias e não resistiu ao agravamento da doença.

Já a servidora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Irani Lelis, não morreu em decorrência do vírus como foi veículo por diversos sites de notícias, mas de câncer.

Irani Lelis chegou a um quadro de metastase e já respirava com a ajuda de aparelhos. Ela deixa filhos e netos. Nas redes sociais, familiares la mentaram a morte dela.

“Mais uma vez, meu coração se enche de tristeza e angústia. Em 23 dias perdi dois pedaços de mim. É muito triste perder duas irmãs em tão poucos dias”, escreveu Izaura Costa, irma de Irani.

Núbia faleceu nas primeiras horas deste sábado (20). O Sindicato dos Investigadores de Mato Grosso emitiu uma nota. “É com muita tristeza que a família Sinpol-MT comunica o falecimento da nossa sindicalizada”, traz trecho do comunicado.

Uma amiga da investigadora comentou em sua página: “Mais uma grande amiga e colega de trabalho se foi, maldito vírus. Vai em paz minha amiga Núbia Reis, sentiremos muito sua falta”.

Atualizada às 20h30

Repórter MT


Compartilhe Nossas Notícias