Suspeito de matar e jogar esposa em lixão no interior é preso em VG

Corpo de Ângela Rocha Pereira foi encontrado por catador no último domingo (24), em Colniza
Compartilhe informação
Reprodução – Força Tática realizou a prisão do suspeito, que segundo a Polícia pretendia fugir para os Estados Unidos

O jovem de 24 anos, Abinadab Costa Moraes, principal suspeito de ter assassinado e jogado o corpo de uma mulher em um lixão de Colniza, foi preso na noite de sexta-feira (29) em um posto de combustíveis do Bairro Construnat, em Várzea Grande.

Ângela Rocha Pereira, de 22 anos, era esposa dele e foi morta a facadas. Seu corpo encontrado, no domingo (24), por um coletor de produtos recicláveis.

Conforme o boletim de ocorrência, os militares da Força Tática receberam de um policial civil que estava à paisana, informações sobre o paradeiro do jovem.

O investigador realizava levantamento na região sobre uma denuncia anônima de um veículo suspeito envolvido no feminicídio.

O Polícia conseguiu abordar um homem, identificado pelas iniciais O.S.R., que estaria auxiliando Abinadab em sua fuga. Mas ele conseguiu fugir.

A força tática realizou o cerco e Abinadab foi encontrado escondido em baixo de um veículo estacionado no posto, ao lado de um condomínio residencial.

Ele recebeu voz de prisão e foi entregue a Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande (DERF VG).

Um vídeo registrou o momento da prisão e nele é possível ver Abinadab sendo rendido pelos militares.

Eles ordenam que ele se deite no chão, questionam se teria uma arma de fogo e o rapaz nega.

Com ele foi encontrada uma quantia de R$ 3.722,00 reais em espécie, além de vários cartões.

A Polícia Civil já havia identificado que o jovem pretendia fugir para os Estados Unidos, com a ajuda de um irmão e o um líder religioso local.

LIZ BRUNETTO
MIDIA NEWS

Participe de nosso grupo no WhatsApp
Entre Clicando no botão
 

 

Parceiros

     

 

 

Compartilhe informação
Veja também