Xuxa se desculpa após sugerir que presos sejam cobaias

Compartilhe Nossas Notícias

Reprodução

Na última sexta-feira (25), Xuxa Meneghel se envolveu em uma grande polêmica. Durante uma live sobre direitos dos animais, realizada no perfil da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), a apresentadora, que também é ativista, sugeriu que presidiários fossem usados como cobaia para experimentos, pois assim ‘serviriam para alguma coisa’.

Após a repercussão negativa, Xuxa publicou um vídeo na madrugada deste sábado (27), pedindo desculpas ao público.

“Estou aqui pedindo desculpas a todos vocês. Não usei as palavras certas. Pensei uma coisa, pensei muitas coisas, quis falar sobre muitos assuntos e não fugir do assunto que era animais, maus-tratos, e também fiz a mesma coisa. Também julguei, maltratei, usei palavras que não deveriam ter sido usadas. Então estou aqui pedindo desculpas”, afirmou.

Segundo a eterna rainha dos baixinhos, suas falas foram retorcidas para pautas de desigualdade social e afirma que essa não foi sua intenção. “Algumas pessoas usaram a expressão, que eu fui falando sobre raças, sobre negros, sobre presidiários negros e pobres. Mas não me passou nada disso pela cabeça. O que me passou foi uma pessoa que estupra uma criança, que fica anos em um presídio e poderia pensar em ajudar as pessoas de outras maneiras. É errado? É errado. Me expressei mal? me expressei mal”, diz.

“Sei que a gente tem algumas falhas no Brasil, uma delas é essa. Quem sou eu pra dizer que essas pessoas devem morrer ali, quem sou eu pra fazer isso? Se estou fazendo isso, estou sendo ruim tanto quanto as outras pessoas que também maltratam outras vidas, que não deveriam fazer isso. A todos que me julgaram, julgaram certo. Eu errei, então estou pedindo desculpas”, encerrou.




Compartilhe Nossas Notícias